Palavras do Presidente de Mercocidades na ocasião do Pacto Global pelas migrações de Nações Unidas

Em resposta ao pacto histórico celebrado o passado 10 de dezembro por 164 países do mundo, o presidente de Mercocidades e prefeito de La Paz, Luis Revilla, dirigiu uma nota ao Secretário-Geral das Nações Unidas, felicitando a inciativa e transmitindo o compromisso de Mercocidades por uma migração na qual se respeitem os direitos humanos.


Em baixo se detalham alguns parágrafos da nota:

“A crise humanitária que tem provocado o deslocamento forçado de milhões de pessoas que fogem da guerra, a fome e a perseguição política, é um dos eventos mais dramáticos que temos vivido nos últimos anos. Por isso, durante a XXIII Cúpula de Mercocidades realizada na cidade de La Paz, os passados 5, 6 e 7 de dezembro, assinámos uma Declaração, aprovada pelas cidades membro da Rede, na que reivindicamos o direito à migração como um direito humano, “porque ninguém é estrangeiro no mundo”

“…Como presidente de Merocidades, desde a Rede reconhecemos a importância de reforçar os mecanismos de coordenação entre os governos locais e nacionais para contribuir na adopção e implementação das políticas de migração e apoiamos a adopção do Pacto Mundial para a Migração das Nações Unidas.”

Em consequência com esta mensagem, o passado 7 de dezembro, no encerramento da Cúpula de Mercocidades, foi lançada a campanha com eixo em migração e direitos “A diversidade que há em você”.

Mais sobre a Campanha de Mercocidades– A diversidade que há em voçe

Foto: Redacção da Voz, Córdoba, Argentina.

2018-12-14T18:25:32+00:00 12.12.2018|Noticia, Presidencias noticias, Sin Categoría|