Mercocidades no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Foto EFE, caravana de migrantes rumbo a los Estados Unidos.

A 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a Comisión de Derechos Humanos de Mercociudades reafirma o seu compromisso na temática direitos e migrações e insta as cidades ao trabalho conjunto no desenvolvimento de políticas públicas que garantam os direitos e liberdades a todas as pessoas. Leia seguidamente a Declaração.


El 10 de Diciembre de 1948, la Asamblea General de las Naciones Unidas adoptó y proclamó la Declaración Universal de Derechos Humanos-Resolución 217 A (III)-, la cual representa un estándar común a ser alcanzado por todos los pueblos y naciones que la suscriben.

O 10 de Dezembro de 1948, a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou e proclamou a Declaración Universal de Derechos Humanos-Resolución 217 A (III)-, a qual representa uma norma comum a ser alcançado por todos os povos e nações que a subscrevem.

No quadro do 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos e no contexto atual de migrações com flagrantes situações de violação dos direitos humanos, é preciso ter como vetor de medidas de governança, em particular que todos os seres humanos nascemos libres e iguales em dignidade e direitos, sem importar idade, raça, religião, género, identidade, politica, cor, classe, idioma, crença, origem, tradições, peso, pele, sentimentos, diferença, tamanho, identidade de genro, nem orientação sexual.

A hierarquização da temática de Mobilidade Humana e direito à cidade em nossa Rede, a partilha de experiencias locais e a projeção de medidas conjuntas, orientam-se nesse sentido, convertendo nossas cidades em cidades de acolhida.

Por isso os governos locais que integram Mercocidades reafirmam o seu compromisso, trabalhando coordenada e cotidianamente no desenvolvimento de políticas públicas para que os direitos e liberdades contidos nessa Declaração sejam uma realidade para todos os habitantes do território.

2019-01-08T18:02:11+00:00 10.12.2018|Declaraciones-portugues, Derechos Humanos, Noticia|